Casa El Enemigo – Quando almoçar na casa do inimigo é uma ótima ideia!

Se você aprecia vinhos argentinos, o nome Alejandro Vigil já deve ser familiar. Falei um pouco dele aqui no post da visita na Catena Zapata e tivemos a oportunidade de conhecê-lo na sua própria vinícola.  A Casa El Enemigo começou em 2008 na própria casa do enólogo em parceria com a filha mais nova de Nicolás Catena, a Adrianna Catena. A proposta é ser mini vinícola com restaurante, utilizando técnicas modernas e sustentáveis para uma produção orgânica.

DSC05230

Agendei a visita pelo e-mail: constanzah@enemigowines.com e a Constanza foi muito querida durante todo o contato, comentei que no dia do almoço, 12 de junho é dia dos namorados no Brasil e fazíamos questão de comemorar com esse almoço tão especial. Chegando lá nos apresentamos falamos da nossa reserva e já estávamos nos dirigindo pro salão principal, mas SURPRESA a atendente falou que nossa reserva era para uma mesa na cave.

DSC05206

Descemos sem entender muito bem, mas ela falou que como era dia dos namorados e eu tinha marcado com antecedência (ANTECEDÊNCIA é a palavra chave em Mendoza, já falei isso nos outros posts, né? hahahaha) eles reservaram uma mesa especial. O lugar é pequeno, tem cerca de umas 6 mesas e nosso almoço foi ao lado das barricas de carvalho, que estavam, cheias de vinho que envelheciam em um lugar privilegiado. Pensa no aroma? O lugar é super reservado e tranquilo, antes mesmo de começar já era nosso restaurante preferido!

DSC05212

O almoço custou $760 pesos por pessoa e a degustação é a parte começando em $280. O menu é composto por três passos, mas começou com a tradicional cesta de pães. Eu falei que os do 1884 era bons, mas esses era os melhores que já provei! Pedimos para repetir hahahaha.

DSC05213

Nossos vinhos eram: Cabernet Franc 2014 (veio na mala), Malbec 2013 e um blend de Shyrah e Viogner 2013 

DSC05218

Para entradas eu escolhi a empanada Mendocina que vinha com um tapenade de azeitonas pretas e verdes e estava incrível, mas a escolha do Léo era ainda melhor, era um ovo cozido com gema mole e empanado, nunca comi nada do tipo e achei maravilhoso!

DSC05217

Para os pratos principais pedi o costumeiro Ojo de Bife que estava perfeito e o marido escolher Ossobuco que demora 12 horas para ficar pronto e foi um dos pratos preferidos dele da viagem toda.

DSC05223

DSC05224De sobremesa foi um mousse de chocolate branco e doce de leite com pêssego, e foi a chave de ouro, não tenho nenhuma ressalva a fazer.

DSC05226

Durante o almoço também foi nos servido outro vinho que a nossa atendente abriu e estava oferecendo para todos, mas eu não me recordo. Todos os vinhos da El Enemigo são excepcionais.  Bebe-se bem e come-se ainda melhor!

A conta é paga no salão principal e como se não bastasse tudo de perfeito ainda encontramos o Alejandro e trocamos umas palavrinhas. Se você vai para Mendoza pode colocar essa experiência no topo de coisas obrigatórias para fazer, não fizemos a visita porque já havíamos agendado outra, mas é um lugar que eu pretendo voltar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s