Dois livros e um filme

Todo diaEu me deparei três vezes com a mesma história sem querer. Mas eu vou explicar melhor isso. Eu li o livro Todo Dia, da Editora Record no ano passado, a sinopse do livro é a seguinte: Toda manhã, A acorda em um corpo diferente, em uma vida diferente. Não há qualquer aviso sobre quem será ou onde estará em seguida. De menina a menino, rebelde a certinho, tímido a popular, saudável a doente; A precisa se adaptar.

Ele já se acostumou com isso e até criou algumas regras para si mesmo. Primeira: nunca se apegar; segunda: jamais interferir. E tudo corre bem… até que A desperta no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon.

A partir desse momento, as regras pelas quais tem vivido não fazem mais sentido. Porque, finalmente, A encontrou alguém com quem quer ficar; dia após dia, todo dia. Mas como esperar que uma pessoa que sempre viveu uma vida normal possa entender a realidade de A? Ou até mesmo acreditar nela? 

Enquanto lutam para se reencontrar a cada 24 horas, ambos precisam enfrentar seus próprios demônios, superar suas limitações e redefinir suas prioridades. Rhiannon conseguirá ficar com alguém que muda a cada dia? E até onde A acha justo (ou ético) interferir nas vidas de quem habita? Mas, principalmente, o amor pode mesmo vencer qualquer barreira?

Na época eu gostei bastante do livro, o autor tem uma pegada jovem, assim como o John Green, só que eu achei ele melhor. É uma boa história sem ser pretensiosa, como eu acho que acaba acontecendo nos livros do John.

Outro diaUm ano ou mais se passou, não sei se já comentei aqui, mas leio quase todos os livros pelo Kindle, tenho quase 400 livros nele e vou escolhendo pelo meu espírito. Quando comecei o Outro Dia nem liguei o nome do autor, nem mesmo a capa belíssima. Comecei a ler e me senti familiarizada com a história, que é a mesma do Todo dia, só que na visão da Rhiannon. Só que eu achei que estava lendo o mesmo livro! E comecei a ficar assustada com a minha memoria péssima, mas continuei a leitura. Só depois que entendi que eram duas obras diferentes hahahahah ufaaa!

Não sei porque foi mais recente, mas eu gostei de conhecer melhor a Rhiannon, eu não tive uma boa impressão dela no primeiro livro, mas neste eu gostei. A história segue sendo interessante, leve, mas acho que não compensa ler os livros em seguida, pode ser bem repetitivo.

Ao terminar estava comentando o livro com alguém e me perguntaram, daria um filme? Eu falei, acho que não, iria ser estranho, uma série talvez.

Ai sexta passada, queria ir ao cinema estava vendo os filmes em cartaz e me deparei com o Todo Dia eu pensei, será que é possível? Sim, era! E que mundo que eu estava que nem sabia que o livro era um best seller?

Todo-dia-poster-estrangeiroMas lá fui eu pagar absurdos 38 reais (!) para assistir. Primeiro achei a Rhiannon uma linda, uma fofa e segundo, o filme é ruim! Obviamente que mudaram partes bem importantes da história. Mostraram pouco um personagem que achei bem importante, o namorado da Rhiannon. Incluíram umas histórias que não tinham nexo ou necessidade e resumindo não gastem dinheiro para assistir, esperem chegar no Neflix,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s