Bus Vitivinícola – Valle Uco

Acabou a Copa, podemos voltar ao ritmo normal, né?

E vamos falar de coisas boas? Viagem e vinho!

Mendoza é divida por regiões, e uma das mais afastadas do centro da cidade é o Valle Uco. Eu pesquisei diversas formas (em breve vou falar mais sobre essa questão) de visitarmos as vinícolas dessa região e o melhor custo benefício foi o Bus Vitivinícola.

Mas o que é isso?!

Segundo o site deles:” Bus Vitivinícola é a nova maneira de viajar e experimentar as estradas do vinho de Luján de Cuyo, Maipú e Valle de Uco. Seis saídas semanais de terça a domingo, a partir dos principais hotéis da cidade de Mendoza, “Capital Internacional do Vinho”. Destina-se a todos aqueles que desejam experimentar a cultura do vinho com visitas guiadas, degustações, vendas de vinho e serviços gastronômicos”.

Essa opção de passeio é da agência de turismo Cata, super famosa no Chile e em Mendoza também.

Compramos o passeio pelo site por mil pesos por pessoa. Vale que frisar que esse valor é apenas do transporte, as visitas, degustações e o almoço são pagos diretamente para cada uma das vinícolas. Mas mesmo assim vale a pena!

A compra das passagens a bem tranquila, você marca o passeio que preferir, já escolhe o número do seu assento, o  hotel estará e já é mostrado o horário que o ônibus vai passar, simples assim.

Não estávamos em hotel, então enfrentamos uma curta caminhada antes das 8 da manhã, com uns 5 graus, mas sorrindo, já que foi nosso primeiro passeio na cidade.

Chegamos 10 minutinhos antes e o bus passou exatamente no horário marcado, então não se atrase! 

Ônibus

O ônibus era bem novo, confortável e quentinho! Nosso guia, o Hugo era ótimo, engraçado e prestativo. A viagem é longa e é servido apenas água e alfajores. Caso vocês optem por esse passeio eu recomendo fechar com umas três semanas de antecedência em altas temporadas porque ele estava lotado, não sobrou lugares.

Vinícolas 

DSC04801

Gimenez Riili

Visitamos três vinícolas neste passeio, nossa primeira parada foi na Gimenez Riili, que passa longe do glamour da vinícolas famosas de Mendoza, mas compensa pela bela vista, uma das mais bonitas da viagem, bem aos pés da cordilheira dos Andes. Por ser bem pequena e estarmos em um grupo razoável, perdemos grande parte da explicação da história da fundação dela. A degustação foi feita ao ar livre, digo, ao ar FRIO livre hahahahaha meu preferido foi o Torrotés, dos vinhos brancos, é o meu preferido, e esse especialmente era bem frutado e leve.

DSC04824

Optamos por levar um garrafa porque pela produção ser pequena dificilmente é encontrado fora do país. Na mesma propriedade há um pousada, que parece ser maravilhosa!

DSC04830

Salentein

A segunda parada e o almoço foi na Salentein, se você conhece um pouco dos vinhos argentinos, deve saber que a essa é uma das maiores e mais famosas vinícolas de Mendoza. Ao chegar, já no primeiro impacto ela não decepciona. Ela é divida em duas partes, na frente fica a loja e o restaurante e na segunda parte toda a produção do vinho.

DSC04855

A explicação foi ótima e a grandiosidade impressiona. Mas algo que me deixou de queixo caído foi esse piano entre os barris. A guia explicou que lá há uma acústica perfeita e são feitos três concertos por ano e a vibração musical é benéfica para o envelhecimento do vinho #dizemné?

DSC04869

A degustação foi maravilhosa, e apesar de Mendoza ser a terra do Malbec, não se assuste se você provar mais Cabernet Franc, essa uva está bem na moda por lá e tem resultado em ótimos vinhos, como este da Salentein que também veio na mala.

DSC04896

Sobre o almoço não pegamos o almoço harmonizado, porque estávamos com o horário bem justo e nossa escolha foi essa carne maravilhosa, isso é quase um pleonasmo na Argentina, com batatas gratinadas e tomates confitados.

Uma dica: Não sei a explicação, mas as garrafas de vinho são mais baratas no restaurante do que na loja deles, não há nenhum problema em comprar no restaurante, então recomendo! Percebemos isso e saímos felizes com nosso vinho hahahahhaha

Andeluna

DSC04984.JPG

A última, e não menos especial, foi a Andeluna apesar de também ser um vinícola grande, ela contrasta com toda a modernidade da Salentein, mas confesso que isso só a deixou mais charmosa!

DSC04934Ela tem um ar de fazenda de família, uma belíssima vista, o mais especial foi, que apesar de não ser a época ideal, ainda havia uns cachos de uvas nas parreiras ❤ pudemos provar uma legítima Cabernet Sauvignon direto do pé! Eu amei ter essa oportunidade! As uvas dessa região tem a casca bem grossa por ser um vale bem frio.

DSC04936A degustação que começou na parte de fora, terminou em um bela sala com vista para os barris, confesso que nenhum vinho provado foi espetacular, mas foi um ótima visita!

DSC04940

Finalizando

Pegamos o ônibus antes das 8 e chegamos quase 21, é um passeio bastante cansativo, mas não tenho reclamações. Lembrando que você não é obrigado fazer nenhuma visita ou degustação, é tudo a seu critério.

Também foi nos dada a opção de escolher qual vinícola iriamos almoçar.

Se tem uma pessoa que tem dois pés com agência de viagem sou eu, mas no caso da Cata foi tudo perfeito!

 

Um comentário sobre “Bus Vitivinícola – Valle Uco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s