Eu tenho um blog e tenho vergonha

Na minha mini bio desse blog eu falo que sou jornalista quase frustrada, por que isso? Eu nunca nem cogitei em cursar outra graduação que não fosse Jornalismo, eu sempre li muito, muita revista, jornais sempre que possível e sempre foi isso que eu quis fazer. Mas tem um grande porém, eu tenho vergonha de que pessoas que eu conheço leiam o que escrevi.

Não, você não leu errado, eu não gosto de mostrar meus textos para ninguém!

Grande parte da minha vida profissional atuei em assessoria de imprensa e é meu trabalho atual, inclusive. Ai você pensa, UFA então não precisa escrever tanto, né? Ledo em engano. Atendo uma grande editora que tem diversos lançamentos mensais, e é uma coisa que eu amo, ter a oportunidade de os ler livros em primeira mão, resenhá-los, escrever inúmeros releases e se tem uma coisa que eu odeio, mandar todos esses textos para aprovação hahaha

Sério, mesmo recebendo elogios, tendo poucas alterações finais, eu sofro e tenho vergonha!

No primeiro blog que tive com amigas, só divulgava as postagens delas as minhas deixava lá quietinhas. Este blog apenas meu marido e uns dois amigos sabem da existência. Fiz uma conta no Instagram para divulgar um pouco ele, mas o belezinho do tio Mark avisou pra todo mundo que eu tinha uma conta nova e cada conhecido que começava me seguir eu suava frio.

Por que disso tudo?

IMG-5759
Uma foto um pouco brega do dia do meu aniversário só pra complementar o assunto

Sei lá, talvez de julgamento, das pessoas que eu conheço pessoalmente acharem meu conteúdo besta, de pensarem, nossa tão jornalistona e só escreve bosta e futilidade hahahaha 

Mas o motivo dessa reflexão é: Eu me dedico a este blog com “seriedade” há uns 8 meses e mesmo sem amigos ou familiares me dando força eu ando alcançando números que me deixam extremamente feliz. Eu fiz esse blog por mim, mas quando o meu conteúdo chega até você, isso me faz bem!

Ter a oportunidade de dividir dicas e até ajudar alguém em alguma coisa vai além do que eu esperava deste blog, por isso hoje quis compartilhar e também agradecer vocês por lerem o  que eu escrevo sem nenhum tipo de julgamento

3 comentários sobre “Eu tenho um blog e tenho vergonha

  1. Nossa!!!! MUITO EU esse texto! Só meu marido sabia do meu blog, até que algumas pessoas me acharam no Instagram. Mas mesmo assim, conhecidos são poucos (graças a Deus). De fato eu acho que o que eu escrevo não interessa aos mais próximos: eles não leriam os livros que li nem iriam para os lugares que fui. Se realmente for do interesse deles, acham meu conteúdo no Google e pronto! Eu sou doutora em Bioquímica e penso igual a você, que vão falar “nossa, uma doutora escrevendo essas futilidades..” O negócio é que não paro de escrever (também me dedico) e também não faço questão que meus conhecidos leiam! 😀

    Curtido por 1 pessoa

    • Primeiro, eu tava vendo passagens pra Roma hoje aí vi seu post 🙂

      Seu blog é maravilhoso, sério!

      É bem isso mesmo, faço zero questão e não sei conversar quando algum conhecido fala, nossa tão legal seu blog, quero sumir e não sei conversar sobre o assunto. Por isso fui tão relutante com o Instagram e isso de achar no Google é bem verdade hahahahaha

      Vamos seguir felizes com nossos blogs desconhecido de conhecidos, bjs!!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Ah, que linda! Obrigada pelo elogio! ❤

    Me identifico 100%. Eu até que tenho uma pequena esperança que um dia essa vergonha vai passar. Mas por enquanto vou dando meu tempo!!! Bjs! 😀

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.